Biografia de Daniel Sharpe (1806-1856)


Daniel Sharpe, comerciante e geólogo inglês, foi, na opinião de J.M. Oliveira Simões (1923), "… o geólogo estrangeiro a quem a geologia portuguesa mais deve", sendo-lhe normalmente atribuída a Introdução dos estudos de Paleontologia em Portugal.

As sua investigações iniciaram-se em Portugal no período 1832-1840, com a realização de trabalhos nos arredores de Lisboa e Porto, sendo destas regiões os primeiros mapas geológicos por ele elaborados sobre o nosso país.

Os seus numerosos trabalhos contêm diversas referências à geologia e paleontologia portuguesas. Descreveu, fósseis de S. Pedro da Cova, Valongo e do Secundário ao norte do Tejo, tendo identificado e descrito diversas espécies novas.

Do seu relacionamento com Carlos Ribeiro, que conhecera no Buçaco, resultou uma profícua colaboração, que levou ao estabelecimento das bases da Estratigrafia portuguesa.

Foi presidente da "Geological Society" (G.B.) de que já tinha sido, também, vice-presidente.

Faleceu em Inglaterra, em 1856, em consequência de acidente.

 

 

 

 

 

Página Inicial  Pesquisa | Contactos | Bases de Dados Online | SIG Online | INETI © 2006  e-Geo - Sistema Nacional de Informação Geocientífica / INETI