Ciência Viva na Área de Geociências do INETI

O Ciência Viva apoia, desde 1996, projectos que visam a realização de actividades experimentais na aprendizagem das ciências e das tecnologias na escola, envolvendo as comunidades científica e educativa, numa perspectiva de partilha de recursos e de conhecimentos.

O INETI colabora nas iniciativas do Ciência Viva, desde a sua criação, estando envolvido num conjunto de iniciativas que abarcam várias temáticas no âmbito das Geociências.

Consulte o conjunto de acções realizadas pelo INETI, bem como o material didáctico elaborado no âmbito dessas iniciativas.

 Lista de Projectos em Curso
As Aventuras e Desventuras de uma Pequena Gota de Água (2006-2007)

Com este projecto pretende-se familiarizar os alunos com várias questões relacionadas com a temática da água, nomeadamente as formas sob as quais existe na natureza e os fenómenos em que está envolvida. Recorrer-se-á ao ensino experimental e a novas tecnologias para que, de forma prática e lúdica, os alunos apreendam o significado e importância dos recursos hídricos e tomem consciência das boas práticas de utilização da água, de forma a diminuir o desperdício e a contaminação provocada pelo Homem.

Material para Download: Guião Distribuído aos Alunos (HTML) | CD Interactivo (Flash)
Em Busca dos Fósseis... (2006-2007)

A Terra é um planeta dinâmico, cuja história e evolução é testemunhada por diferentes materiais geológicos, entre os quais, os fósseis. Com este projecto, pretende-se através de uma abordagem experimental, transmitir os conteúdos relativos à "Terra e a sua História", do programa curricular do 3º ciclo. As actividades decorrerão no Museu Geológico, que possui uma das maiores colecções paleontológicas do país. Serão feitas observações de diversos fósseis e realizadas experiências e jogos didácticos. Pretende-se com estas acções, sensibilizar os alunos para a preservação do património natural paleontológico, dada a inequívoca importância dos fósseis no conhecimento científico da Terra e da evolução da vida.

Vamos Mexer nos Continentes (2006-2007)

Em geral pensamos na Terra como um sólido estável, mas a verdade é que, na escala de tempo geológico, a Terra está sempre a mexer. Este movimento tem implicações no nosso quotidiano, originando sismos e erupções vulcânicas nas zonas de fronteira de placas, cadeias de montanhas, zonas de subducção, entre outros fenómenos. A observação directa destes fenómenos nem sempre é fácil, pelo que se torna fundamental a utilização de experiências para a melhor compreensão dos movimentos dos continentes. Pretende-se com as actividades propostas, consolidar conceitos ligados à Tectónica de Placas, permitindo uma maior aproximação das escolas às instituições ligadas às Ciências da Terra, como é o caso do Museu Geológico.

Rochas e Minerais? Isso não são tudo Calhaus? (2006-2007)

Este projecto pretende mostrar como estamos dependentes dos recursos geológicos e das matérias primas minerais para executar a maior parte das tarefas diárias, recorrendo ao ciclo de vida dos materiais e englobando aspectos ligados à prospecção, exploração, transformação e produto final. A sensibilização dos alunos para a importância da existência da indústria extractiva de uma forma sustentada é um objectivo do projecto. Serão também focados aspectos relacionados com a compreensão de vários processos geológicos que conduzem à formação de diversos tipos de rocha.

A Cartografia Geológica: Um Instrumento de Leitura das Ciências da Terra (2001 - 2002)

A cartografia geológica é um instrumento científico e técnico que contem informação relativa ao substrato rochoso de uma região, bem como à interpretação dos fenómenos que o originou e afectou. Pretende-se facilitar a leitura e interpretação, bem como divulgar os conhecimentos que se podem extrair das Cartas Geológicas. Estas apresentam múltiplas aplicações, nomeadamente prospecção e exploração de matérias primas e fontes de energia, abastecimento de águas, riscos vulcânicos e sísmicos, preservação do ambiente, etc., e como tal, são indispensáveis ao Planeamento e Ordenamento do território. A aprendizagem das técnicas cartográficas no campo e a sua divulgação em formato digital podem ser factores de importância vital para o conhecimento regional potenciador de desenvolvimento sustentado.

Litoteca de Portas Abertas. "Onde os Livros Tomam a Forma de Rochas ..." (2000 - 2001)

A articulação entre as comunidades escolar e científica, com a abertura das portas da instituição científica aos alunos, proporciona uma abordagem real, actualizada e aliciante da temática de Geologia. O facto de se permitir o acesso a novos meios de aprendizagem científica e à aquisição de conceitos por via experimental (a melhor forma de cimentar conceitos teóricos), é exemplificando-os na prática, despertando o espírito crítico em cada descoberta ou constatação feita pelo aluno. Cada rocha é um livro cuja história é necessária aprender a ler.

Material para Download: Guião Distribuído aos Alunos (HTML)
Água Subterrânea: Conhecer para Proteger e Preservar (2000 - 2001)

A dinâmica das águas subterrâneas não é de fácil compreensão uma vez que são fenómenos não observáveis à superfície do Planeta. A sua importância é vital no dia-a-dia das populações basta constatarmos o número de concelhos cujo abastecimento é feito a partir deste recurso. Contudo são as próprias populações que ao fomentarem a degradação do meio ambiente tornam este recurso esgotável. Assim a sensibilização das futuras gerações é fundamentar na preservação da qualidade e quantidade das águas subterrâneas. Como para proteger e preservar é preciso conhecer, julgamos que a interacção das comunidades científica e escolar, será importante na transmissão da experiência adquirida e na assimilação dos conceitos subjacentes a esta temática.

Material para Download: Guião Distribuído aos Alunos (HTML)
Outras Iniciativas do INETI no Âmbito do Ciência Viva

A Geologia no Verão promove actividades de divulgação da Geologia e dos Georecursos do país, através de passeios científicos que possibilitam à população a observação activa e o contacto directo com cientistas e técnicos deste sector. Saídas de campo, visitas a minas e pedreiras, visitas guiadas a museus e acções de geologia urbana são alguns dos exemplos de actividades.

O programa Ocupação Científica de Jovens nas Férias decorre durante o período de férias escolares dos alunos, nos meses de Verão, e proporciona aos estudantes do ensino secundário uma oportunidade de aproximação à realidade do trabalho de investigação científica através da participação dos jovens em equipas de cientistas em laboratórios de diferentes instituições.



Consulte as Iniciativas Desenvolvidas Consulte as Iniciativas Desenvolvidas

 

Página Inicial  Pesquisa | Contactos | Bases de Dados Online | SIG Online | Museu Geológico | INETI © 2006  e-Geo - Sistema Nacional de Informação Geocientífica / INETI